ISAEL COSTA

post-isael-costa

Entrevista com o escritor: Isael Costa

Apresentamos o escritor: Isael Costa, um grande talento baiano na Literatura Brasileira, ele que é membro de várias academias de letras no Brasil e no exterior, nativo de Santa Cruz Cabrália e residente em Trancoso – Bahia.

“O Maior legado estrutural de uma nação está na educação por ser a preparação de cidadania, e a evolução humana”

Ótima leitura!

Cantinho do Autor: Isael Costa é um prazer contarmos com a sua presença no Projeto Cantinho do Autor. Conte-nos como nasceu a ideia de escrever seus primeiros livros? E quais foram as principais dificuldades?

Isael Costa: Na verdade desde criança eu tenho sede de cultura, embora não tive oportunidades reais para que antes houvesse me decidido a fazer algo como agora, mesmo porque ao longo dos anos esse amor pelas artes veio se perdendo pouco a pouco por falta de incentivos, e a partir do falecimento do meu pai, renasceu o desejo de retomar um projeto antigo, afinal esse era o meu desejo, e aqui estou concluído realizações a cada etapa. Ainda é muito cedo para avaliações, mas quero crer que darei continuidade a esse trabalho até mesmo por acreditar nos sonhos.

As dificuldades foram enormes, é como eu costumo dizer uma ilha de habitantes simples foi descoberta por Pedro Alvares Cabral, terra essa hoje chamada Brasil, quinhentos e doze anos depois, a história volta a se repetir e mais uma vez os portugueses voltam a fazer nova descoberta, e escreve um novo nome na história da literatura brasileira, ao descobrir entre os mais humildes Isael Costa.

Cantinho do Autor: O que você espera deste novo seguimento?

Isael Costa: Eu sou um calouro, um iniciante na arte das letras, mas estou confiante e determinado a fazer deste trabalho um marco que edificará grandes mudanças e também fixará um novo nome no senário nacional estou reescrevendo para a minha vida nova história. Estou ciente que é uma longa e árdua jornada, mas enquanto o pessimista pensa o otimista realiza, afinal o que seria das letras sem os poetas? Seria feito um coração lapidado em uma pedra de diamante incrivelmente lindo, mas sem vida.

Cantinho do Autor: Como tem sido a receptividade dos brasileiros em especial a Bahia e principalmente Trancoso a este projeto?

Isael Costa: Hoje em todo Brasil cada vez mais pessoas estão começando a conhecer o meu trabalho, meus livros já estão sendo comercializados em países Sul-americanos, na América do Norte e Europa, através da Amazon, Bubok e Clube de Autores. Eu vejo com bons olhos, mas não tenho grande ansiedade, a nível local talvez a população de Trancoso não esteja preparada para absolver algo surgido de alguém que não pertence a alta sociedade, há uma velha expressão, santo de casa não faz milagres, eu não posso questionar os pensamentos, nem o nível cultural desta população que foi escolhida para ser minha gente, e penso, por mais que eles não percam tempo com meu trabalho, sabem que eu existo.

Cantinho do Autor: Como você avalia a desenvoltura deste novo segmento, você que já está no decimo primeiro trabalho? E o que você vem preparando para 2017?

Isael Costa: Surpreendentemente meu trabalho tem sido algo que nem mesmo eu esperava. Tenho recebido ótimos comentários de entidades conceituadas e de grandes autoridades culturais a nível nacional e internacional, sobre projetos para 2017, eu já estou com um trabalho pronto para lançamento, e preparando um novo trabalho em seguimento distinto. Estarei em breve lançando meu primeiro romance, até então estou me estruturando para representa com muito orgulho o brasil e especialmente Trancoso.

Cantinho do Autor: O que é preciso para que seja criado o habito de leitura no Brasil? E como definir o que é ser leitor?

Isael Costa: O Brasil é um país ainda jovem, claro que temos uma deficiência muito grande na educação, falta incentivos público entre outros quesitos, tudo isso se deve ao fato de um sistema político arcaico que durante várias décadas não teve preocupação com o suporte do desenvolvimento que foi, e que sempre será educação e cultura. Mas vamos chegar lá, é preciso paciência, não são feitos leitores de um dia para o outro, precisa começar com um trabalho de base a partir do jardim de infância aí sim, começaremos a mudar a história.

Cantinho do Autor: Isael Costa foi um prazer conhecê-lo melhor. Obrigado e fique à vontade para suas considerações finais.

Isael Costa: Os meus agradecimentos especiais a Deus, a Sannoon e aos profissionais Que dividem comigo trabalhos e vitórias. Aos meus familiares e amigos, colegas de profissão, aos confrades que juntos representamos e somos representados por várias academias de letras no Brasil e no exterior. Abraço a todos.

Andrew Souza

Sincero e com opnião formada, postura tomada com os mínimos detalhes analíticos. Estudante da tecnologia de programação geral e desenvolvimento wordpress. Um perfeccionista curioso, buscando sempre o onde, quando e o porquê. Prazer, eu. Seu feedback é muito importante drewsouz@gmail.com