O QUÃO LIVRE SOMOS?

post-quao-livre-somos

Com a destreza de um pássaro voando sobre o céu, nossa mente é capaz de imaginar tudo que é possível a até mesmo o próprio impossível. Nós nascemos com a capacidade de aprender evoluindo, e através dos séculos deixamos rastros de nossas trajetórias.

Já parou para pensar o quão livres somos? Qual o peso de nossas decisões?

Vivemos numa realidade onde evidenciamos as escolhas que fazemos (aqui se planta, aqui se colhe). Como mecanismo de defesa natural, nós temos a capacidade de aprender uns com os outros ou vivenciar teorias para comprovar fatos.

Na verdade, o cérebro humano é um mistério até mesmo para a ciência atual. Mas sabemos que muitas estruturas e monumentos antigos foram criados de forma que até hoje não há explicações plausíveis para sua construção.

Deixamos também manuscritos antigos para que fiquem registrados na história parte do que aconteceu, para que o conhecimento seja eternizado ao longo dos anos. O que de fato ocorreu e hoje vivemos numa era onde tentamos restaurar parte da nossa história e nossas culturas.

Grande parte do conhecimento foi perdido durante os séculos, mas jamais deixamos de avançar, não só tecnologicamente, mas também de forma adaptativa. Graças a nossa mente e o pensamento focado no crescimento da relação história x aprendizado.

Conclusão: a liberdade cognitiva vem do pensar, analisar as histórias, experimentar e ver os próprios resultados, sempre aberto a novas teorias.

Pensar é uma arte, um poeta na prisão continua sendo poeta, pois a liberdade assim como no efeito placebo quem faz é você.

Proibido a reprodução total ou parcial do conteúdo sem autorização.

Andrew Souza

Sincero e com opnião formada, postura tomada com os mínimos detalhes analíticos. Estudante da tecnologia de programação geral e desenvolvimento wordpress. Um perfeccionista curioso, buscando sempre o onde, quando e o porquê. Prazer, eu. Seu feedback é muito importante drewsouz@gmail.com